Home / 5G / Qual é a interface entre o MME e o MSC?

Qual é a interface entre o MME e o MSC?

Nas redes 5G, não existe uma interface direta entre a Entidade de Gestão de Mobilidade (MME) e o Centro de Comutação Móvel (MSC), como encontrado nas redes de gerações anteriores, como 2G e 3G. A arquitetura do 5G evoluiu e as funções tradicionalmente desempenhadas por entidades separadas, como o MME e o MSC, estão distribuídas por vários elementos da rede principal 5G. Em vez de uma interface direta, a interação entre essas funções é feita por meio da interface de gerenciamento de serviços (SM), da função de gerenciamento de sessões (SESM) e de outros elementos do núcleo 5G. Aqui está uma explicação detalhada:

  1. Visão geral da Entidade de Gestão de Mobilidade (MME):
    • O MME é um elemento-chave na rede central 5G responsável pelo gerenciamento de mobilidade, gerenciamento de sessões e funcionalidades do plano de controle. Ele lida com tarefas como autenticação, gerenciamento de área de rastreamento e estabelecimento de conexão para Equipamento de Usuário (UE).
  2. Visão geral do Mobile Switching Center (MSC):
    • Em redes móveis tradicionais como GSM e UMTS, o MSC é um componente central responsável pelo controle de chamadas, comutação e conexão à Rede Telefônica Pública Comutada (PSTN). No entanto, no 5G, os serviços de voz são tratados principalmente através do IMS (IP Multimedia Subsystem) baseado em IP e não diretamente através do MSC.
  3. Evolução para a rede principal 5G:
    • No 5G, a arquitetura da rede principal evoluiu e as funções tradicionalmente associadas a entidades separadas foram distribuídas por vários elementos. Os serviços de voz em 5G são normalmente administrados por meio do IMS, e o papel do MSC mudou.
  4. Interface de gerenciamento de serviços (SM):
    • A interação entre o MME e os elementos que controlam os serviços de voz, que podem incluir o IMS, é facilitada através da interface Service Management (SM). A interface SM suporta a troca de informações relacionadas ao gerenciamento de serviços e ao tratamento de sessões.
  5. Função de gerenciamento de sessão (SESM):
    • A função Session Management (SESM) na rede principal 5G desempenha um papel crucial no gerenciamento de sessões, incluindo sessões de voz. Ele interage com o MME e outras funções relevantes para garantir o estabelecimento e gerenciamento contínuos de sessões.
  6. IMS para serviços de voz:
    • Os serviços de voz em 5G são administrados principalmente por meio do IMS. O IMS oferece suporte a serviços de voz baseados em IP, permitindo a entrega de voz na mesma infraestrutura usada para serviços de dados. Isso se alinha com a tendência de uma arquitetura de rede totalmente IP.
  7. Controle de chamadas no IMS:
    • As funções de controle de chamadas, tradicionalmente associadas ao MSC em redes mais antigas, agora são gerenciadas pelo IMS no 5G. O IMS gerencia a configuração, modificação e liberação de sessões de voz, bem como serviços complementares como chamada em espera e encaminhamento de chamada.
  8. Interoperação com redes legadas:
    • Enquanto as redes 5G fazem a transição para serviços de voz baseados em IMS, ainda há necessidade de interoperabilidade com redes legadas, especialmente durante as fases iniciais da implantação do 5G. Essa interoperabilidade é gerenciada por meio de interfaces e gateways que facilitam a comunicação entre 5G e elementos de rede legados.
  9. Manipulação de portadores do Evolved Packet System (EPS):
    • O MME é responsável pelo estabelecimento e gerenciamento dos portadores do Evolved Packet System (EPS), que transportam os dados do usuário. A interação entre o MME e o IMS (ou funções relevantes) garante o estabelecimento de portadores para voz e outros serviços.
  10. Considerações de segurança:
    • Mecanismos de segurança são implementados na rede principal 5G, incluindo a interface SM e IMS, para garantir a confidencialidade, integridade e autenticidade da comunicação entre os elementos da rede.

Em resumo, a interação entre o MME e os elementos que administram os serviços de voz, incluindo o IMS, é facilitada através da interface de Gerenciamento de Serviços (SM) e outros componentes relevantes dentro da rede principal 5G. O papel tradicional do MSC evoluiu e os serviços de voz são geridos principalmente através do IMS em alinhamento com a arquitetura 5G baseada em IP.

Recent Updates