Home / 4G LTE / Qual é a estrutura do sistema LTE?

Qual é a estrutura do sistema LTE?

O quadro do sistema Long-Term Evolution (LTE) desempenha um papel crucial na definição da estrutura de comunicação dentro da rede LTE. Ele estabelece a base de como os dados são organizados e transmitidos. Vamos nos aprofundar nos detalhes do quadro do sistema LTE.

Estrutura do quadro:

O quadro do sistema LTE é organizado em domínios de tempo e frequência. Ele adota um esquema duplex por divisão de tempo (TDD) ou duplex por divisão de frequência (FDD), dependendo do cenário de implantação.

Duplex por Divisão de Tempo (TDD):

No TDD, o eixo do tempo é dividido em intervalos de tempo. Um quadro normalmente é dividido em 10 subquadros e cada subquadro é dividido em dois slots. A divisão permite uma comunicação eficiente entre a estação base (eNodeB) e o equipamento do utilizador (UE), permitindo tanto a transmissão como a recepção dentro da mesma banda de frequência.

Duplex por divisão de frequência (FDD):

Para FDD, o domínio de frequência é dividido em bandas de frequência emparelhadas para transmissões de uplink e downlink. Cada quadro consiste em vários intervalos de tempo e cada intervalo de tempo acomoda uma ou mais subportadoras. Esta separação de recursos de frequência garante comunicação simultânea em ambas as direções sem interferência.

Subquadros e slots:

Um quadro LTE é dividido em subquadros, com cada subquadro contendo dois slots. A duração de um subquadro é crucial para determinar o tempo disponível para transmissão de dados. A duração padrão de um subquadro é de um milissegundo.

Subquadros Especiais:

Dentro da estrutura de quadros LTE, subquadros especiais são designados para lidar com tarefas como sincronização, sinais de referência e transferências. Esses subquadros são estrategicamente posicionados para minimizar a interferência e otimizar o desempenho da rede.

Canais de downlink e uplink:

Os quadros LTE são usados ​​para organizar canais de downlink e uplink. Os canais de downlink transmitem informações do eNodeB para o UE, enquanto os canais de uplink transmitem dados do UE para o eNodeB. Esta comunicação bidirecional é vital para fornecer serviços de dados de alta velocidade.

Canais de controle:

Os canais de controle são incorporados à estrutura do quadro LTE para gerenciar vários aspectos da comunicação, incluindo sincronização, alocação de recursos e mobilidade. Esses canais garantem uma coordenação eficiente entre os elementos da rede.

Configuração flexível:

Uma característica notável da estrutura do quadro LTE é a sua flexibilidade. A configuração do subquadro pode ser ajustada dinamicamente com base nas condições da rede, permitindo o uso eficiente de recursos e a adaptação às mudanças nos padrões de tráfego.

Conclusão:

Em resumo, a estrutura do sistema LTE serve como estrutura fundamental para organizar recursos de tempo e frequência, facilitando a comunicação eficiente entre estações base e equipamentos do usuário. O esquema TDD ou FDD, subframes, slots e vários canais funcionam em conjunto para permitir comunicação sem fio confiável e de alta velocidade em redes LTE.

Recent Updates