Home / GSM / Qual é a diferença entre CS e PS em telecomunicações?

Qual é a diferença entre CS e PS em telecomunicações?

Nas telecomunicações, CS (Circuit-Switched) e PS (Packet-Switched) são dois modos distintos de comunicação que definem como a voz e os dados são transmitidos através de uma rede. Esses modos estão associados a diferentes tecnologias de rede, cada uma servindo a propósitos específicos. Vamos explorar as principais diferenças entre CS e PS:

Comutado por Circuito (CS):

1. Natureza da comunicação:

  • CS é usado principalmente para comunicação de voz: ele estabelece um caminho de comunicação dedicado durante toda a duração da chamada.
  • A comutação de circuitos é orientada à conexão: um circuito dedicado é reservado para toda a conversação, garantindo uma conexão constante e consistente.

2. Alocação de recursos:

  • Recursos fixos: o CS aloca recursos fixos para toda a duração da chamada, mesmo que haja períodos de silêncio ou nenhuma transmissão de dados.

3. Uso:

  • Chamadas de voz: redes telefônicas tradicionais, como PSTN (Rede Telefônica Pública Comutada), utilizam comutação de circuitos para chamadas de voz.
  • Comunicação em tempo real: adequada para aplicações em tempo real onde uma conexão contínua é essencial.

Comutação de pacotes (PS):

1. Natureza da comunicação:

  • PS é usado para comunicação de dados: ele divide os dados em pacotes que são transmitidos de forma independente pela rede e remontados no destino.
  • A comutação de pacotes não tem conexão: cada pacote pode seguir uma rota diferente para chegar ao destino e eles podem não chegar necessariamente em ordem.

2. Alocação de recursos:

  • Alocação dinâmica de recursos: PS aloca recursos dinamicamente com base na demanda. Os recursos são compartilhados entre vários usuários, permitindo um uso mais eficiente da capacidade da rede.

3. Uso:

  • Serviços de Internet e dados: a comutação de pacotes é a base da comunicação moderna pela Internet, incluindo serviços de dados, e-mail, navegação na Web e outros aplicativos que não funcionam em tempo real.
  • Flexibilidade: adequado para tráfego de dados em rajadas, onde períodos intermitentes de alta transmissão de dados são seguidos por períodos de inatividade.

Redes Híbridas:

1. Convergência:

  • Evolução para redes IP: Muitas redes de telecomunicações modernas estão em transição para redes baseadas em IP, que incorporam elementos de CS e PS.
  • Redes totalmente IP: A convergência de CS e PS em redes totalmente IP permite a transmissão eficiente de voz e dados em uma única infraestrutura.

2. Exemplos:

  • LTE (Evolução de Longo Prazo): as redes LTE são projetadas para lidar com serviços de voz (usando VoLTE – Voice over LTE) e de dados, incorporando elementos de CS e PS.

Resumo:

Em resumo, o CS está tradicionalmente associado à comunicação de voz, utilizando circuitos dedicados durante toda a duração de uma chamada, enquanto o PS está associado à comunicação de dados, decompondo os dados em pacotes transmitidos de forma independente. A convergência de CS e PS é evidente nas redes de telecomunicações modernas, onde as tecnologias baseadas em IP facilitam a transmissão de voz e dados através de uma infra-estrutura unificada.

Recent Updates