Home / 4G LTE / Quais são as interfaces em LTE?

Quais são as interfaces em LTE?

Long-Term Evolution (LTE) é um padrão de comunicação sem fio que define um conjunto de interfaces entre vários elementos de rede para permitir comunicação e gerenciamento eficientes da rede. Essas interfaces desempenham um papel crucial na facilitação do controle e das interações no plano de dados, permitindo o estabelecimento, manutenção e otimização de sessões de comunicação. Vamos nos aprofundar na explicação detalhada das principais interfaces em LTE:

1. Interface S1:

  • S1-MME (MME para eNodeB): Interface do plano de controle que facilita a troca de sinalização entre a Entidade de Gerenciamento de Mobilidade (MME) e o NodeB evoluído (eNodeB). Ele lida com tarefas como transferência, gerenciamento de portador e paginação.
  • S1-U (eNodeB para S-GW): Interface do plano do usuário que conecta o eNodeB ao Serving Gateway (S-GW). Ele lida com o encaminhamento de dados do usuário, criptografia e descriptografia.

2. Interface X2:

  • X2 (eNodeB para eNodeB): Interface de comunicação direta entre dois eNodeBs para funções como handovers e balanceamento de carga. Ele permite a coordenação entre eNodeBs vizinhos.

3. Interface S6a:

  • S6a (MME para HSS): Facilita a comunicação entre o MME e o Home Subscriber Server (HSS). Ele é responsável pela autenticação e autorização do assinante e pela obtenção de informações relacionadas ao assinante.

4. Interface S10:

  • S10 (MME para MME): permite a comunicação entre diferentes MMEs para transferências entre MMEs. Ele lida com a transferência de informações de contexto durante as transferências.

5. Interface S11:

  • S11 (MME para S-GW): Interface do plano de controle para comunicação entre o MME e o Serving Gateway (S-GW). Ele gerencia a criação, modificação e liberação de contextos de suporte, bem como o gerenciamento de transferência.

6. Interface S3:

  • S3 (MME para S-GW): Interface do plano de controle conectando o MME ao S-GW para sinalização relacionada a handovers. Ele suporta transferências dentro do Evolved Packet System (EPS).

7. Interface S5/S8:

  • S5/S8 (S-GW para P-GW): Interface do plano do usuário conectando o Serving Gateway (S-GW) ao PDN Gateway (P-GW). Ele é responsável por rotear e encaminhar dados do usuário, bem como dar suporte ao gerenciamento de suporte e à aplicação de QoS.

8. Interface S13:

  • S13 (MME para S-GW-C): Facilita a comunicação entre o MME e a Serving Gateway Control Function (S-GW-C). Ele oferece suporte a procedimentos relacionados ao Circuit Switched Fallback aprimorado (eCSFB).

9. Interface S-GW para S-GW:

  • S-GW para S-GW (Inter-SGW): permite a comunicação entre diferentes Serving Gateways para mobilidade e continuidade de sessão. É usado durante transferências entre células atendidas por diferentes S-GWs.

10. Interface SGi:

  • SGi (P-GW para redes externas): Conecta o gateway PDN (P-GW) a redes externas de dados por pacote, como a Internet. É responsável por rotear os dados do usuário entre a rede LTE e redes externas.

11. Interface S4:

  • S4 (P-GW para rede externa de dados por pacotes): conecta o gateway PDN (P-GW) a uma rede externa de dados por pacotes, normalmente usada para cenários de roaming.

12. Ponto de referência:

  • Pontos de Referência: são pontos padronizados de interação entre diferentes elementos da rede LTE, garantindo interoperabilidade. Os pontos de referência incluem interfaces como S1, S6a, X2, etc., definindo funcionalidades e protocolos específicos.

Conclusão:

As interfaces em LTE formam uma arquitetura bem definida e padronizada que permite a operação contínua da rede. Essas interfaces controlam o controle e a comunicação do plano de dados, suportando funções como gerenciamento de mobilidade, transferências, transferência de dados do usuário e autenticação de assinante. A natureza padronizada destas interfaces garante a interoperabilidade entre elementos de rede de diferentes fornecedores, contribuindo para o sucesso e a adoção generalizada da tecnologia LTE.

Recent Updates