Home / 4G LTE / Por que eles chamam isso de LTE?

Por que eles chamam isso de LTE?

LTE, que significa Long-Term Evolution, é um padrão e tecnologia para comunicação de banda larga sem fio. O nome “Evolução a Longo Prazo” reflecte o objectivo de evoluir e avançar as capacidades das redes de comunicações móveis durante um período prolongado. Para entender por que é chamado de LTE, vamos nos aprofundar no contexto histórico, na evolução tecnológica e nos principais objetivos associados ao desenvolvimento e implantação do LTE.

1. Metas Evolutivas:

Além das tecnologias 3G:

  • O LTE foi concebido como um sucessor das tecnologias de comunicação móvel 3G (Terceira Geração), incluindo tecnologias como WCDMA (Acesso Múltiplo por Divisão de Código de Banda Larga) e CDMA2000. O termo “Evolução a Longo Prazo” enfatiza uma abordagem voltada para o futuro, com o objetivo de fornecer um caminho para evolução e melhoria contínuas além dos padrões 3G existentes.

Crescimento e aprimoramento contínuos:

  • O uso de “Longo Prazo” em LTE indica um compromisso com o desenvolvimento e melhoria contínuos na tecnologia de comunicação móvel. O LTE foi projetado para acomodar a crescente demanda por serviços de dados, melhorar o desempenho da rede e oferecer suporte a uma ampla gama de aplicativos durante um período prolongado.

2. Avanços técnicos:

Transição para redes totalmente IP:

  • Um dos principais objetivos técnicos do LTE era fazer a transição de redes comutadas por circuito para redes totalmente IP (Protocolo de Internet). Essa mudança permitiu um tratamento de dados mais eficiente, maior escalabilidade e melhor suporte para aplicativos multimídia.

Maiores taxas de dados e rendimento:

  • O LTE foi desenvolvido para fornecer taxas de dados e rendimento significativamente mais altos em comparação com as tecnologias 3G. Isto foi conseguido através de esquemas de modulação avançados, bandas de frequência mais amplas e o uso de técnicas como o Acesso Múltiplo por Divisão de Frequência Ortogonal (OFDMA) para uma utilização eficiente do espectro.

Baixa latência e qualidade de serviço:

  • Outro foco do LTE era minimizar a latência e melhorar a Qualidade de Serviço (QoS), tornando-o adequado para aplicações em tempo real, como voz sobre IP (VoIP), jogos on-line e streaming de multimídia.

3. Padronização Global:

Colaboração global:

  • O desenvolvimento do LTE envolveu a colaboração global através de organizações como o 3rd Generation Partnership Project (3GPP). O objetivo era estabelecer um padrão global comum que pudesse ser adotado por operadoras em todo o mundo, promovendo a interoperabilidade e economias de escala.

Interoperabilidade e roaming:

  • A padronização global do LTE facilita a interoperabilidade entre diferentes redes e permite roaming contínuo para usuários em diversas regiões. Isto está alinhado com a ideia de evolução a longo prazo, garantindo compatibilidade e continuidade aos serviços de comunicação móvel.

4. Implantação e adoção pelo mercado:

Implantação gradual e coexistência:

  • O termo “Evolução” no LTE também reflete a abordagem de implantação em fases, permitindo que o LTE coexista com as redes 2G e 3G existentes. Esta migração gradual garantiu uma transição suave e continuidade de serviços para operadoras móveis e usuários finais.

Longevidade no mercado:

  • O LTE demonstrou viabilidade e adaptabilidade a longo prazo, servindo como base para avanços subsequentes, como LTE-Advanced e LTE-Advanced Pro. A longevidade do LTE no mercado está alinhada com a visão de evolução a longo prazo.

Conclusão:

O nome “Evolução de Longo Prazo” engloba os objetivos visionários, os avanços técnicos e os esforços de padronização global que definiram o desenvolvimento do LTE. Ele enfatiza a melhoria contínua, a adaptabilidade e a relevância de longo prazo da tecnologia LTE no cenário dinâmico da comunicação sem fio.

Recent Updates