Home / 4G LTE / Parâmetros LTE e modulação de downlink

Parâmetros LTE e modulação de downlink

Parâmetros LTE e modulação de downlink

LTE (Long-Term Evolution) utiliza vários parâmetros e esquemas de modulação de downlink para otimizar a transmissão de dados pela rede sem fio.

  • Parâmetros LTE e bandas de frequência
  • O que é OFDMA?
  • Estrutura de quadro de downlink e acesso múltiplo OFDMA
  • Cadeias de transmissão e recepção OFDMA

Aqui estão alguns parâmetros importantes e técnicas de modulação de downlink usadas em LTE:

1. Largura de banda:

LTE suporta diferentes configurações de largura de banda, como 1,4 MHz, 3 MHz, 5 MHz, 10 MHz, 15 MHz e 20 MHz. A seleção da largura de banda depende de fatores como capacidade da rede e espectro disponível.

2. Espaçamento da subportadora:

LTE emprega espaçamento de subportadora, que determina o espaçamento de frequência entre subportadoras individuais dentro de uma determinada largura de banda. As opções comuns de espaçamento de subportadora incluem 15 kHz, 7,5 kHz e 3,75 kHz.

3. Blocos de recursos (RBs):

LTE divide a largura de banda disponível em blocos de recursos menores. Cada bloco de recursos consiste em um grupo de subportadoras no domínio da frequência e uma duração de tempo no domínio do tempo. O número de blocos de recursos determina a quantidade de dados que podem ser transmitidos.

4. Esquemas de modulação:

– LTE suporta vários esquemas de modulação para transmissão de dados de downlink, incluindo:
– Quadrature Phase Shift Keying (QPSK): QPSK é usado para transmissão robusta e pode transmitir dois bits de informação por símbolo.
– Modulação de amplitude de 16 quadraturas (16-QAM): 16-QAM permite taxas de dados mais altas transmitindo quatro bits por símbolo em comparação com QPSK.
– Modulação de amplitude de quadratura 64 (64-QAM): 64-QAM fornece taxas de dados ainda mais altas, transmitindo seis bits por símbolo. No entanto, é mais suscetível a deficiências de canal.

5. Codificação do canal:

– Para aumentar a confiabilidade da transmissão de dados, o LTE emprega técnicas de codificação de canal, como codificação Turbo e codificação Convolucional. A codificação de canal adiciona redundância aos dados transmitidos, permitindo ao receptor detectar e corrigir erros.

6. Tamanho do bloco de transporte:

– O tamanho do bloco de transporte define a quantidade de dados do usuário que pode ser transmitida em um intervalo de agendamento. Depende de fatores como esquema de modulação, taxa de codificação e recursos disponíveis.

Esses parâmetros e técnicas de modulação em LTE permitem a utilização eficiente do espectro disponível, maximizam as taxas de dados e garantem uma transmissão confiável pela rede sem fio. Eles são componentes essenciais na otimização do desempenho dos sistemas LTE.

Recent Updates