Home / CDMA / O que significa acesso múltiplo por divisão de código?

O que significa acesso múltiplo por divisão de código?

Code Division Multiple Access (CDMA) é uma tecnologia celular digital que permite que vários usuários compartilhem a mesma banda de frequência simultaneamente. É uma técnica de acesso múltiplo que permite a transmissão de múltiplos sinais no mesmo espectro de frequências, atribuindo um código único a cada usuário. O CDMA é amplamente utilizado em sistemas de comunicação móvel, incluindo redes 2G, 3G e algumas redes 4G. Vamos explorar detalhadamente o que é CDMA, como funciona e seus principais recursos:

1. Princípios Fundamentais do CDMA:

  • Tecnologia de espectro espalhado:
    • O CDMA emprega tecnologia de espectro espalhado, onde o sinal de informação é espalhado por uma ampla banda de frequência usando um código exclusivo.
    • Ao contrário do acesso múltiplo por divisão de frequência (FDMA) e do acesso múltiplo por divisão de tempo (TDMA), o CDMA permite que vários usuários transmitam e recebam sinais simultaneamente na mesma frequência.
  • Atribuição de código exclusivo:
    • Cada usuário em um sistema CDMA recebe um código exclusivo, conhecido como código ou sequência de espalhamento.
    • Os códigos de espalhamento são ortogonais, o que significa que têm baixa correlação entre si, permitindo que vários sinais coexistam sem interferência significativa.

2. Principais componentes do CDMA:

  • 1. Estações Móveis (MS):
    • Estações móveis são dispositivos de usuário, como telefones celulares, equipados com recursos CDMA.
    • Cada estação móvel recebe um código de difusão exclusivo.
  • 2. Estação Base (Nó B ou eNodeB):
    • A estação base serve como ponto de acesso para estações móveis se conectarem à rede CDMA.
    • Coordena a comunicação entre estações móveis e gerencia a atribuição de códigos de espalhamento.
  • 3. Códigos de divulgação:
    • Os códigos de propagação são sequências exclusivas atribuídas a cada usuário no sistema CDMA.
    • Eles permitem a propagação de sinais em uma ampla faixa de frequência, permitindo que vários usuários compartilhem o mesmo espectro.
  • 4. Centro de comutação móvel (MSC):
    • A central de comutação móvel é um componente central que lida com roteamento de chamadas, comutação e funções de gerenciamento de rede.

3. Como funciona o CDMA:

  • 1. Espalhamento de sinal:
    • O sinal de informação de cada usuário é espalhado por uma ampla banda de frequência usando o código de difusão exclusivo atribuído a esse usuário.
    • Esse processo de propagação aumenta a segurança e a robustez do sinal.
  • 2. Transmissão Simultânea:
    • Vários usuários podem transmitir seus sinais espalhados simultaneamente no mesmo espectro de frequência.
    • A natureza ortogonal dos códigos de espalhamento garante que os sinais possam ser separados no receptor sem interferência.
  • 3. Decodificação CDMA:
    • Na extremidade receptora, o receptor CDMA usa o código de difusão associado a um usuário específico para decodificar e recuperar o sinal de informação original.
    • O uso de códigos ortogonais permite ao receptor isolar o sinal desejado de outros sinais.
  • 4. Transferência suave:
    • O CDMA suporta um mecanismo de transferência suave, onde uma estação móvel pode ser conectada simultaneamente a várias estações base.
    • Isso garante uma comunicação perfeita à medida que a estação móvel se move por diferentes áreas de cobertura.

4. Vantagens do CDMA:

  • 1. Maior capacidade:
    • O CDMA permite que vários usuários compartilhem o mesmo espectro de frequência simultaneamente, resultando em maior capacidade da rede.
  • 2. Qualidade de chamada aprimorada:
    • O uso de códigos de espalhamento e a resistência inerente à interferência do CDMA contribuem para melhorar a qualidade das chamadas.
  • 3. Robustez à interferência:
    • O CDMA é robusto contra interferências e desvanecimento de múltiplos caminhos, o que o torna adequado para ambientes de rádio desafiadores.
  • 4. Transferência suave:
    • A transferência suave garante transições suaves entre diferentes células, mantendo a comunicação contínua.
  • 5. Segurança:
    • O uso de códigos de difusão exclusivos aumenta a segurança das transmissões CDMA.

5. Evolução do CDMA:

  • 1. CDMA2000 (3G):
    • CDMA2000 é uma família de padrões de comunicação móvel 3G que evoluiu a partir do CDMA.
    • Ele introduziu taxas de dados mais altas, melhor qualidade de voz e recursos multimídia aprimorados.
  • 2. Transição para LTE (4G):
    • As redes de evolução de longo prazo (LTE) representam uma transição das tecnologias tradicionais baseadas em CDMA para tecnologias 4G mais avançadas.
    • LTE utiliza acesso múltiplo por divisão de frequência ortogonal (OFDMA) para melhorar a eficiência espectral.
  • 3. Redes 5G:
    • Embora o CDMA tenha desempenhado um papel significativo nas gerações anteriores, as redes 5G usam principalmente tecnologias como acesso múltiplo por divisão de frequência ortogonal (OFDMA) e múltiplas entradas e saídas múltiplas (MIMO) para taxas de dados mais altas e melhor desempenho.

6. Impacto e uso global:

  • O CDMA tem sido amplamente utilizado em todo o mundo, especialmente na América do Norte e em partes da Ásia.
  • Seu impacto é evidente na implantação de redes CDMA, fornecendo serviços de voz e dados a milhões de usuários.

Em resumo, o Code Division Multiple Access (CDMA) é uma tecnologia celular digital que permite que vários usuários compartilhem o mesmo espectro de frequência simultaneamente. Através do uso de códigos de espalhamento exclusivos e tecnologia de espalhamento espectral, o CDMA oferece vantagens como maior capacidade, melhor qualidade de chamada e robustez contra interferências. Embora o CDMA tenha desempenhado um papel significativo nas gerações anteriores de comunicação móvel, a evolução da tecnologia assistiu a uma transição para tecnologias mais avançadas, como LTE e 5G.

Recent Updates