Home / 4G LTE / O que é rede de dados por pacotes em LTE?

O que é rede de dados por pacotes em LTE?

Compreendendo a rede de dados por pacotes (PDN) em LTE

A Rede de Dados por Pacotes (PDN) em Evolução de Longo Prazo (LTE) desempenha um papel crucial na facilitação da transferência de dados entre o Equipamento do Usuário (UE) e redes externas, como a Internet ou redes de empresas privadas. Vamos nos aprofundar nos detalhes do PDN e sua importância na arquitetura LTE.

1. Introdução à rede de dados por pacotes:

1.1. Definição:

Uma rede de dados de pacotes (PDN) em LTE refere-se a uma rede que usa tecnologia de comutação de pacotes para transmitir dados entre o dispositivo do usuário (UE) e redes externas. Pode incluir vários tipos de redes, como a Internet, intranets empresariais ou outras redes de dados.

1.2. Paradigma de transmissão de dados:

Ao contrário das redes comutadas por circuitos, onde um caminho dedicado é estabelecido durante toda a comunicação, as PDNs utilizam comutação de pacotes. Isso significa que os dados são divididos em pacotes, que são então roteados individualmente e remontados em seu destino. Este paradigma é adequado para a natureza dinâmica e em rajadas dos serviços de dados.

2. Componentes da rede de dados por pacotes em LTE:

2.1. UE (equipamento do usuário):

O UE, que pode ser um smartphone, tablet ou outro dispositivo conectado, inicia a comunicação de dados enviando e recebendo pacotes. O UE está equipado com o hardware e software necessários para fazer interface com a rede LTE.

2.2. eNodeB (Nó B evoluído):

O eNodeB é a estação base LTE que se comunica com o UE. Ele lida com tarefas como gerenciamento de recursos de rádio, agendamento e estabelecimento da interface aérea. O eNodeB é responsável por gerenciar o link de rádio entre o UE e o Evolved Packet Core (EPC).

2.3. Núcleo de pacote evoluído (EPC):

O EPC é a rede principal em LTE e compreende vários elementos-chave:

  • Entidade de gerenciamento de mobilidade (MME): Lida com sinalização para mobilidade, como autenticação de UE, rastreamento de atualizações de área e transferências.
  • Serving Gateway (SGW): roteia e encaminha pacotes de dados do usuário, gerencia funções relacionadas à mobilidade dentro da rede LTE.
  • Packet Data Network Gateway (PGW): Serve como interface entre a rede LTE e PDNs externos, como a Internet. Ele aloca endereços IP e gerencia o tráfego de dados do usuário.

3. Conexão PDN e transferência de dados:

3.1. Estabelecimento de conexão PDN:

  1. Procedimento de anexação: Quando o UE é ligado ou se move para um novo local, ele inicia o procedimento de anexação, conectando-se à rede LTE.
  2. Solicitação de conexão PDN: Uma vez conectado, o UE pode solicitar o estabelecimento de uma conexão a um PDN específico, como a Internet.
  3. Autenticação e Autorização: A rede realiza procedimentos de autenticação e autorização para garantir que o UE tenha o direito de acessar o PDN solicitado.

3.2. Transferência de dados:

  1. Solicitação de transmissão de dados: Quando o UE precisa enviar ou receber dados, ele envia uma solicitação à rede.
  2. Roteamento através de EPC: Os dados são roteados através do EPC, com o SGW e o PGW gerenciando o fluxo de pacotes entre o UE e o PDN externo.
  3. Comunicação de rede externa: O PGW serve como interface para PDNs externos, garantindo o roteamento adequado dos dados até seu destino.

4. Qualidade de serviço (QoS) em PDN:

4.1. Parâmetros de QoS:

As conexões PDN em LTE são caracterizadas por parâmetros específicos de Qualidade de Serviço (QoS). Esses parâmetros incluem taxa de dados, latência e confiabilidade, garantindo que diferentes serviços recebam o nível de desempenho necessário.

4.2. Tratamento de QoS:

O EPC, particularmente o SGW e o PGW, desempenha um papel vital na aplicação das políticas de QoS. Eles gerenciam a alocação de recursos, priorizam o tráfego e garantem que a rede atenda aos critérios de QoS definidos.

5. Roaming e PDN:

LTE permite roaming, permitindo que um UE acesse PDNs mesmo quando estiver fora de sua rede doméstica. A rede doméstica se comunica com a rede visitada para garantir conectividade PDN contínua enquanto o UE está em roaming.

6. Considerações de segurança:

A segurança nas conexões PDN envolve autenticação, criptografia e proteção de integridade. O UE e a rede realizam procedimentos de autenticação para garantir a legitimidade da conexão, e o tráfego de dados é criptografado para proteção contra acesso não autorizado.

7. Conclusão:

Em resumo, a Rede de Dados por Pacotes (PDN) em LTE é um elemento fundamental que permite a conectividade de dados entre o Equipamento do Usuário (UE) e redes externas. Envolve o estabelecimento de conexões, transferência de dados, considerações de qualidade de serviço e medidas de segurança, garantindo comunicação de dados eficiente e segura em redes LTE.

Recent Updates