O que é RAN aberto em 5G?

A Rede Aberta de Acesso Rádio (Open RAN) no contexto do 5G representa uma mudança de paradigma na arquitetura e implantação de redes de acesso rádio, introduzindo uma abordagem aberta e desagregada aos sistemas tradicionalmente integrados e proprietários. O Open RAN visa aumentar a flexibilidade, a interoperabilidade e a inovação na implantação de redes 5G.

Tradicionalmente, as redes de acesso via rádio consistiam em componentes totalmente integrados de um único fornecedor, tornando um desafio para as operadoras de rede introduzir novas tecnologias, dimensionar suas redes ou otimizar o desempenho sem depender extensivamente de um fornecedor específico. O Open RAN, por outro lado, promove a separação dos principais elementos da rede, como a unidade de rádio (RU), a unidade distribuída (DU) e a unidade centralizada (CU), permitindo a interoperabilidade entre componentes de diferentes fornecedores.

Os principais componentes do Open RAN incluem:

  1. Unidade de Rádio (RU): O equipamento físico responsável pela transmissão e recepção do sinal de rádio.
  2. Unidade Distribuída (DU): A unidade que gerencia as funções de processamento de banda base, incluindo modulação e codificação.
  3. Unidade Centralizada (CU): A unidade responsável pelas funções de processamento de camada superior, como gerenciamento de recursos de rádio e controle de rede.

Ao desacoplar esses componentes e estabelecer interfaces e padrões abertos, o Open RAN permite que as operadoras de rede misturem e combinem componentes de diferentes fornecedores, promovendo um ecossistema mais competitivo. Espera-se que esta abordagem impulsione a inovação, reduza a dependência de fornecedores e promova implantações de rede econômicas.

Open RAN oferece suporte a princípios de virtualização e redes definidas por software (SDN), permitindo que funções de rede sejam implementadas usando software em hardware padrão. Esta mudança para soluções orientadas por software aumenta a agilidade e escalabilidade da rede.

Além disso, o Open RAN facilita a implantação de redes 5G em diversos cenários, incluindo ambientes urbanos e rurais, ao permitir a utilização de soluções flexíveis e económicas, adaptadas a requisitos específicos de implantação.

Em resumo, o Open RAN em 5G introduz uma arquitetura mais aberta e flexível, com o objetivo de quebrar as dependências dos fornecedores, incentivar a inovação e otimizar a implantação e operação de redes 5G através da interoperabilidade e da padronização.

Recent Updates

Related Posts