Home / 4G LTE / O que é domínio CN em LTE?

O que é domínio CN em LTE?

Nas redes Long-Term Evolution (LTE), o domínio CN, ou domínio Core Network, é um componente crítico responsável pelo gerenciamento da funcionalidade central de todo o sistema LTE. O domínio CN desempenha um papel fundamental na facilitação da comunicação entre o Equipamento do Usuário (UE) e redes externas, garantindo a troca contínua de dados, sinais de controle e informações de gerenciamento. Vamos nos aprofundar nos detalhes do que o domínio CN em LTE implica, sua arquitetura, componentes principais e sua importância no ecossistema geral da rede LTE:

1. Definição de domínio CN em LTE:

a. Rede principal (CN):

  • A Core Network, abreviada como CN, é um elemento fundamental na arquitetura LTE. Abrange um conjunto de nós e entidades de rede responsáveis ​​por lidar com diversas funções, incluindo processamento de dados do usuário, gerenciamento de mobilidade, gerenciamento de sessão e conexão a redes externas.

2. Componentes do domínio CN:

a. Entidade Gestora de Mobilidade (MME):

  • O MME é uma entidade crítica dentro do domínio CN responsável pela gestão de funções relacionadas à mobilidade. Ele lida com tarefas como rastreamento de atualizações de área, transferências, autenticação e procedimentos de segurança.

b. Gateway de serviço (SGW):

  • O SGW atua como um ponto de ancoragem fundamental para os dados do usuário no domínio CN. É responsável por rotear pacotes de dados do usuário entre o eNodeB (Evolved NodeB) e a rede externa de dados por pacotes (PDN). O SGW também desempenha um papel em funções relacionadas à mobilidade.

c. Gateway de rede de dados de pacotes (PGW):

  • O PGW serve como interface entre a rede LTE e redes externas de dados por pacotes, como a Internet. Ele é responsável pela alocação de endereços IP, aplicação de políticas e garantia de conectividade com redes externas.

d. Servidor de assinante doméstico (HSS):

  • O HSS é um banco de dados central que armazena informações relacionadas ao assinante, incluindo perfis de usuário, dados de autenticação e detalhes de assinatura. Ele desempenha um papel crucial nos processos de autenticação e autorização do usuário.

e. Função de políticas e regras de cobrança (PCRF):

  • O PCRF é responsável pelo controle de políticas e cobrança dentro do domínio CN. Ele determina regras de política para tratamento de tráfego e gerencia aspectos de cobrança com base no uso do serviço.

f. Gerenciamento de dados de assinantes (SDM):

  • O SDM inclui componentes como o gerenciamento unificado de dados (UDM) e a função de servidor de autenticação (AUSF), que contribuem para a autenticação do usuário, autorização e gerenciamento de assinaturas.

3. Funções do domínio CN:

a. Gerenciamento de mobilidade:

  • O domínio CN gerencia a mobilidade dos UEs, garantindo transferências contínuas, rastreamento de atualizações de área e processos de autenticação por meio do MME.

b. Roteamento e conectividade de dados:

  • O SGW e o PGW facilitam o roteamento de dados do usuário entre o eNodeB e redes externas de pacotes de dados, fornecendo conectividade e garantindo a entrega adequada dos dados.

c. Autenticação e autorização do assinante:

  • O HSS, juntamente com o AUSF, desempenha um papel crucial na autenticação e autorização de assinantes, garantindo acesso seguro à rede LTE.

d. Controle e cobrança de políticas:

  • O PCRF é responsável por definir e aplicar políticas relacionadas ao tratamento de tráfego, QoS (Qualidade de Serviço) e cobrança pelos serviços de rede.

4. Interfaces dentro do domínio CN:

a. Interface S1:

  • A interface S1 conecta o eNodeB ao MME, facilitando a comunicação relacionada à mobilidade do usuário, handovers e gerenciamento de sessões.

b. Interface S5/S8:

  • A interface S5/S8 liga o MME ao SGW e ao PGW, permitindo a troca de dados do usuário e facilitando funções relacionadas à mobilidade.

c. Interface S6a:

  • A interface S6a conecta o MME ao HSS, permitindo autenticação, recuperação de informações do assinante e processos de autorização.

d. Interface S13:

  • A interface S13 conecta o MME ao SGW para troca de informações relacionadas à transferência.

5. Significado do domínio CN em LTE:

a. Gerenciamento de rede centralizado:

  • O domínio CN fornece uma estrutura de gerenciamento centralizado para diversas funções principais da rede, garantindo operações de rede eficientes e coordenadas.

b. Conectividade ponta a ponta:

  • Ao gerenciar a conectividade entre UEs, eNodeBs e redes externas, o domínio CN garante comunicação ponta a ponta e transferência de dados dentro da rede LTE.

c. Gerenciamento e autenticação de assinantes:

  • Através de componentes como o HSS, o domínio CN garante acesso seguro e autorizado aos assinantes, mantendo perfis de assinantes e dados de autenticação.

d. Tratamento de tráfego e QoS:

  • O PCRF no domínio CN desempenha um papel crucial na definição de políticas para tratamento de tráfego, garantindo níveis de QoS apropriados e gerenciando aspectos de cobrança para serviços de rede.

6. Desafios e considerações:

a. Escalabilidade:

  • À medida que as redes LTE evoluem e experimentam um aumento de tráfego, o domínio CN deve ser escalonável para lidar com o crescente número de assinantes e as demandas de dados.

b. Interoperação com redes externas:

  • O domínio CN precisa interagir perfeitamente com redes externas de pacotes de dados, como a Internet, para garantir conectividade global e acesso a serviços.

7. Evolução para 5G e além:

a. Relevância contínua:

  • Os princípios do domínio CN permanecem relevantes no contexto do 5G e além, com adaptações e melhorias para suportar novas tecnologias e arquiteturas de rede.

Conclusão:

Concluindo, o domínio CN em LTE é um elemento fundamental que orquestra as principais funções da rede, incluindo gerenciamento de mobilidade, roteamento de dados, autenticação de assinante e controle de políticas. Sua arquitetura e componentes garantem conectividade eficiente de ponta a ponta, gerenciamento de assinantes e fornecimento de serviços de alta qualidade na rede LTE. À medida que as redes LTE continuam a evoluir e a preparar o caminho para o 5G e mais além, o domínio CN desempenhará um papel crucial na adaptação às novas tecnologias e na resposta aos desafios da futura comunicação sem fios.

Recent Updates