Home / 4G LTE / O que é CS e PS em LTE?

O que é CS e PS em LTE?

Em redes de evolução de longo prazo (LTE), CS e PS referem-se a serviços comutados por circuitos e comutados por pacotes, respectivamente. Esses termos denotam dois modos fundamentais de comunicação que atendem a diferentes tipos de tráfego e aplicações dentro do ecossistema LTE. Compreender as distinções entre CS e PS é crucial para compreender os diversos serviços e capacidades oferecidos pelas redes LTE. Vamos explorar detalhadamente o que CS e PS implicam, suas funcionalidades e como contribuem para a versatilidade das redes LTE.

1. Serviços de circuito comutado (CS):

a. Chamadas de voz tradicionais:

  • Os serviços CS são sinônimos de chamadas de voz tradicionais comutadas por circuito. Numa rede CS, um circuito ou conexão dedicada é estabelecida durante toda a duração da chamada. Isso contrasta com as redes de comutação de pacotes, onde os dados são divididos em pacotes e transmitidos de forma independente.

b. Arquitetura de domínio CS:

  • O domínio CS em LTE consiste em tecnologias herdadas de comutação de circuitos herdadas de gerações anteriores de redes móveis, como 2G e 3G. Ele permite que as redes LTE suportem chamadas de voz usando o mecanismo de fallback comutado por circuito (CSFB).

c. Voz sobre LTE (VoLTE):

  • Embora os serviços CS estejam enraizados em chamadas de voz tradicionais, o LTE apresenta Voice over LTE (VoLTE) como uma evolução dos serviços de voz CS. VoLTE utiliza tecnologia de comutação de pacotes para transportar tráfego de voz em redes LTE, proporcionando maior eficiência e qualidade.

2. Serviços de comutação de pacotes (PS):

a. Transmissão de dados:

  • Os serviços PS em LTE giram principalmente em torno da transmissão de dados comutada por pacotes. O LTE foi projetado para lidar com eficiência com vários tipos de tráfego de dados, incluindo navegação na Internet, streaming de multimídia e serviços de mensagens.

b. Arquitetura de domínio PS:

  • O domínio PS em LTE é essencial para a capacidade da rede de suportar serviços de dados. Ele aproveita os recursos de comutação de pacotes do LTE para permitir a transmissão eficiente de dados, utilizando a pilha IP (Protocolo de Internet) para comunicação.

c. Serviços ao portador:

  • LTE fornece portadores dedicados para serviços de comutação de pacotes, permitindo o estabelecimento de conexões otimizadas para tipos específicos de tráfego de dados. Isso inclui portadores para comunicação em tempo real, como streaming de vídeo, bem como portadores para comunicação não em tempo real, como e-mail e navegação na Web.

3. Coexistência CS e PS:

a. Dispositivos de modo duplo:

  • As redes LTE suportam dispositivos de modo duplo capazes de operar nos modos CS e PS. Essa coexistência garante compatibilidade retroativa com serviços de voz legados, ao mesmo tempo que permite a transmissão eficiente de dados por LTE.

b. CSFB e SRVCC:

  • O fallback comutado por circuito (CSFB) e a continuidade de chamada de voz por rádio único (SRVCC) são mecanismos em LTE que permitem a transição perfeita entre os serviços CS e PS. O CSFB facilita a transferência de chamadas de voz para redes 2G ou 3G, enquanto o SRVCC permite a transição de VoLTE para voz CS durante as transferências.

4. Qualidade de serviço (QoS):

a. Níveis de serviço diferenciados:

  • Os serviços CS e PS podem oferecer diferentes níveis de qualidade de serviço com base na natureza da comunicação. Os serviços CS, especialmente VoLTE, visam a transmissão de voz de alta qualidade, enquanto os serviços PS priorizam a entrega eficiente de dados, levando em consideração a latência e a taxa de transferência.

5. Evolução para 5G:

a. Melhorias em 5G NR:

  • Com a evolução para o 5G (Nova Rádio – NR), a diferenciação entre os serviços CS e PS torna-se mais matizada. O 5G NR apresenta recursos e capacidades avançados, incluindo suporte aprimorado para serviços de voz no domínio de comutação de pacotes.

b. Rede principal unificada:

  • As redes 5G geralmente apresentam uma arquitetura de rede central unificada que integra perfeitamente as funcionalidades CS e PS. Esta integração melhora a eficiência geral e a flexibilidade dos serviços de comunicação em 5G.

Conclusão:

Concluindo, CS e PS em LTE representam dois modos distintos de comunicação voltados para serviços de voz e dados, respectivamente. Embora os serviços CS estejam enraizados em chamadas de voz tradicionais, o LTE introduz tecnologias de comutação de pacotes, como VoLTE, para aprimorar a comunicação de voz. Os serviços PS, por outro lado, permitem a transmissão eficiente de dados para uma ampla gama de aplicações. A coexistência de CS e PS, juntamente com os avanços em 5G NR, garantem a adaptabilidade e versatilidade das redes LTE para atender às diversas necessidades de comunicação dos usuários.

Recent Updates