INTRODUÇÃO E ANTECEDENTES DO LTE

  • O caminho de evolução mais elevado mostrado na Figura é aquele desenvolvido no Projeto de Parceria de 3ª Geração (3GPP), que é atualmente o grupo dominante de desenvolvimento de padrões para sistemas de rádio móveis e é descrito em mais detalhes abaixo.
  • Dentro do percurso de evolução do 3GPP, três tecnologias de acesso múltiplo são evidentes: a família GSM/GPRS/EDGE de ‘Segunda Geração’1 baseava-se no Acesso Múltiplo por Divisão de Tempo e Frequência (TDMA/FDMA);
  • A família UMTS de ‘Terceira Geração’ marcou a entrada do Acesso Múltiplo por Divisão de Código (CDMA) na trajetória de evolução do 3GPP, passando a ser conhecida como Wideband CDMA (devido à sua largura de banda portadora de 5 MHz) ou simplesmente WCDMA; finalmente, o LTE adotou a multiplexação por divisão de frequência ortogonal (OFDM), que é a tecnologia de acesso que domina as mais recentes evoluções de todos os padrões de rádio móvel.
  • Ao continuar a progressão tecnológica das famílias de tecnologia GSM e UMTS dentro do 3GPP, o sistema LTE pode ser visto como completando a tendência de expansão da prestação de serviços além das chamadas de voz em direção a uma interface aérea multisserviços. Este já era um objectivo fundamental do UMTS e do GPRS/EDGE, mas o LTE foi concebido desde o início com o objectivo de evoluir a tecnologia de acesso rádio sob o pressuposto de que todos os serviços seriam comutados por pacotes, em vez de seguir o modelo de comutação de circuitos de sistemas anteriores.
  • Além disso, o LTE é acompanhado por uma evolução dos aspectos não-rádio do sistema completo, sob o termo ‘System Architecture Evolution’ (SAE), que inclui o Evolved Packet Core (EPC) network. Juntos, LTE e SAE compõem o Evolved Packet System (EPS), onde tanto a rede principal quanto o acesso de rádio são totalmente comutados por pacotes.
Recent Updates

Related Posts