Home / 4G LTE / Como o VoIP MOS é calculado?

Como o VoIP MOS é calculado?

Cálculo da pontuação média de opinião (MOS) de voz sobre protocolo de Internet (VoIP): uma explicação abrangente

Introdução:

O Mean Opinion Score (MOS) é uma métrica amplamente utilizada para avaliar a qualidade percebida de chamadas de Voz sobre Protocolo de Internet (VoIP). O MOS fornece uma representação numérica da satisfação do usuário com a experiência de comunicação por voz. Esta explicação detalhada explora os fatores envolvidos no cálculo do MOS, a natureza subjetiva da avaliação da qualidade e a importância do MOS na avaliação da qualidade das chamadas VoIP.

1. Compreendendo o MOS:

1.1 Avaliação subjetiva da qualidade:

  • MOS é uma medida subjetiva que reflete as opiniões dos usuários sobre a qualidade de uma chamada VoIP.
  • Ele quantifica a satisfação geral com fatores como clareza de voz, atraso, instabilidade e ruído de fundo.

1.2 Escala de MOS:

  • O MOS normalmente varia de 1 a 5, onde uma pontuação mais alta indica melhor qualidade de chamada.
  • Um MOS de 5 implica qualidade excelente, enquanto um MOS de 1 sugere qualidade ruim.

2. Fatores que influenciam o MOS VoIP:

2.1 Fatores de degradação:

2.1.1 Atraso:

  • O atraso nas chamadas VoIP, comumente chamado de latência, afeta o MOS.
  • Tanto o atraso de ponta a ponta quanto o atraso unidirecional contribuem para a qualidade percebida.

2.1.2 Tremulação:

  • O tremor, a variação nos tempos de chegada dos pacotes, pode afetar a qualidade do áudio.
  • O jitter consistente e baixo contribui para um MOS mais alto.

2.1.3 Perda de pacotes:

  • A perda de pacotes durante a transmissão pode resultar em lacunas ou distorção no áudio.
  • Taxas mais baixas de perda de pacotes contribuem para um MOS mais alto.

2.2 Seleção de codec:

  • A escolha do codec de áudio influencia significativamente a qualidade da chamada.
  • Codecs modernos como G.711, G.722 e Opus visam equilibrar eficiência de largura de banda com fidelidade de áudio.

2.3 Condições de rede:

  • A estabilidade e o desempenho da infraestrutura de rede afetam a qualidade das chamadas VoIP.
  • Os mecanismos de qualidade de serviço (QoS) podem ajudar a priorizar o tráfego VoIP para uma melhor experiência do usuário.

2.4 Eco e ruído de fundo:

  • A presença de eco ou ruído de fundo indesejado afeta negativamente o MOS.
  • Técnicas eficazes de cancelamento de eco e redução de ruído contribuem para melhorar a qualidade da chamada.

3. Métodos de cálculo MOS:

3.1 Teste subjetivo:

3.1.1 Pontuações de opinião:

  • Ouvintes humanos participam de testes subjetivos, fornecendo pontuações de opinião com base na percepção da qualidade da chamada.
  • Este método envolve testes de audição cuidadosamente controlados para coletar feedback subjetivo.

3.2 Teste objetivo:

3.2.1 Avaliação perceptiva da qualidade da fala (PESQ):

  • PESQ é um algoritmo amplamente utilizado para cálculo objetivo de MOS.
  • Ele compara os sinais de fala originais e recebidos, atribuindo um MOS com base na qualidade percebida.

3.2.2 Perda de retorno de eco (ERL):

  • ERL mede o nível de eco em um canal de comunicação.
  • Valores ERL mais altos contribuem positivamente para o MOS.

3.3 Teste de qualidade auditiva (LQT):

  • LQT envolve testes de audição subjetivos em que os participantes avaliam a qualidade da chamada em uma escala numérica.
  • A análise estatística é aplicada para obter um MOS final a partir das classificações coletadas.

4. MOS e experiência do usuário:

4.1 Monitoramento em tempo real:

  • O monitoramento contínuo dos parâmetros de rede, jitter e perda de pacotes permite a avaliação em tempo real da qualidade das chamadas VoIP.
  • Medidas proativas podem ser tomadas para resolver problemas que afetam o MOS.

4.2 Importância do MOS na qualidade do serviço:

  • MOS é uma métrica crítica para os provedores de serviços garantirem uma experiência positiva do usuário.
  • Ele se correlaciona diretamente com a satisfação do cliente e influencia as decisões relacionadas à otimização e melhoria da rede.

5. Desafios e soluções:

5.1 Condições dinâmicas de rede:

  • Mudar as condições da rede representa desafios para manter uma qualidade de chamada consistente.
  • Codecs adaptativos, mecanismos de QoS e gerenciamento dinâmico de rede contribuem para enfrentar esses desafios.

5.2 Interoperabilidade entre redes:

  • A interoperabilidade entre diferentes redes e provedores VoIP pode impactar o MOS.
  • Os esforços de padronização e os testes de compatibilidade ajudam a mitigar problemas de interoperabilidade.

6. Tendências Futuras:

6.1 Integração com 5G e Codecs Avançados:

  • À medida que as redes evoluem para 5G, espera-se que a integração com codecs avançados e recursos de rede aprimorados melhorem a qualidade das chamadas VoIP.

6.2 IA e aprendizado de máquina:

  • Algoritmos de IA e aprendizado de máquina podem desempenhar um papel na previsão e otimização da qualidade das chamadas VoIP com base em dados históricos e padrões de rede.

Conclusão:

Concluindo, o Mean Opinion Score (MOS) é uma métrica crucial para avaliar a qualidade das chamadas VoIP. Sua natureza subjetiva reflete a satisfação do usuário, considerando fatores como atraso, jitter, perda de pacotes e qualidade geral de áudio. O MOS desempenha um papel fundamental na definição de estratégias de provedores de serviços para otimização de rede e na garantia de uma experiência positiva do usuário no domínio do protocolo de voz sobre Internet.

Recent Updates